Rua Engenheiro Saturnino de Brito, 44 - São Paulo-SP 11 2692-1667

O LUZIDIO DO PORCELANATO POLIDO

Gostou? compartilhe!

O LUZIDIO DO PORCELANATO POLIDO

Para falarmos especialmente sobre o porcelanato polido temos que retroceder um pouco e entender especificamente o que é um porcelanato, certo. Então vamos do início!

Imagine então que você está iniciando a sua reforma ou até mesmo está construindo a sua casa, a sua casa dos sonhos, por algum motivo você acha que deve utilizar o tal do porcelanato, por que sempre ouve alguém comentando que é bom, que é lindo, viu fotos em revistas, enfim, decidiu pela uso do porcelanato.

Mas aí você pensa, por que porcelanato? qual tipo devo colocar? Qual é o correto?

Bom se você não tinha pensado em nenhuma das perguntas acima, não tem problema, nós vamos falar sobre elas mesmo assim!

Ao escolher um revestimento para sua casa, ou que seja, para seu local de trabalho não é para menos que fique com a sensação de que não deve comprar qualquer coisa, sim é bom mesmo que se tenha essa noção. Cada produto é rigorosamente desenvolvido para atender uma necessidade especifica, especialmente os porcelanatos que oferecem tantas variações, seja de formato, de espessura, de tipo de superfície e etc. Quando se trata de revestir um ambiente é bom que se saiba exatamente que tipos de situação aquele ambiente oferecerá, por exemplo, um banheiro não terá o mesmo tipo de uso que uma sala, então os cuidados são outros.

Agora vamos entender o que é este revestimento tão aclamada no mundo da decoração e arquitetura, conhecido por porcelanato. O porcelanato é um tipo de revestimento cerâmico que possue algumas características técnicas obtidas em seu procedimento de produção. A massa cerâmica para a produção do porcelanato contém elementos como argilafeldspatoscaulim e outros componentes. O porcelanato passa por alguns processos antes de ser o revestimento que todos conhecem, inicia-se na moagem dos componentes, depois para a prensagem (onde é definido o formato final da peça), logo em seguida a secagem e a ida ao forno (caso não receba esmalte).

Hoje, existem dois segmentos de porcelanatos: os técnicos e os esmaltados.

Bom, você chegou até aqui na leitura e se pergunta, qual é o mais adequado, técnico ou esmaltado!

Resumidamente, o porcelanato é classificado como esmaltado ou técnico, sendo que para o esmaltado permite-se uma absorção de água até 0,5%. Porém, para o porcelanato técnico esta absorção deve ser menor ou igual a 0,1%. A absorção de água é um fator determinante para você entender qual a aplicação mais adequada do produto. Veja bem, quanto menor a absorção de água, maior é a compactação do produto, menor é a porosidade e maior é a dureza da sua superfície. E quanto maior a dureza, maior a resistência ao desgaste. Traduzindo em leves palavras o porcelanato técnico é ideal para áreas de alto tráfego, como por exemplo áreas comerciais, garagens, escadas, etc.

No caso dos porcelanatos esmaltados recebem este nome porque no seu processo produtivo as peças recebem uma camada de esmalte para decoração da peça e ai vai mais uma dica importante, como existem uma variedade grande de porcelanatos esmaltados o critério para selecionar se ele pode ou não ser usado no ambiente desejado é consultar o PEI (Porcelain Enamel Institute). O PEI é uma unidade de verificação que orienta o comprador sobre a resistência geral do revestimento, vai em uma escala de 0 a 5.

Voltando no porcelanato técnico, nós temos duas subdivisões mais conhecidas: são os polido e os naturais. Falando dos porcelanatos naturais podemos dizer que têm superfície com aspecto acetinado, resultante do próprio processo produtivo, que garante elevada resistência a manchas. É mais indicado para áreas de alto tráfego, pois atende solicitações características de áreas internas e externas. Os porcelanatos naturais não são extremamente lisos e nem brilhantes, tem a aparência mais opaca e fosca, como a textura das rochas mas não tão rígidas.

PORCELANATO POLIDO, HARMONIA E EFICIÊNCIA REUNIDAS!

mpitemporario.com.br/projetos/tropobella.com.br    mpitemporario.com.br/projetos/tropobella.com.br

Vamos lá, o nome polido é dado obviamente pelo processo que define o acabamento deste tipo de revestimento. O porcelanato polido é obtido num processo de polimento mecânico que as peças são submetidas a um tipo de lixamento em alta rotação que desgasta a peça até atingir o aspecto desejado. O polimento é um processo de alto controle porque qualquer falha no polimento pode arruinar a aparência do revestimento. O ato de polir serve também para nivelar a superfície da peça tornando-a extremamente plana e sem pontos côncavos.

De forma genérica o porcelanato polido continua com as características técnicas de um porcelanato técnico, possui superfície com intensidade variável de brilho isso é determinado no processo de polimento. Tanto em ambientes comerciais quanto em residenciais a recomendação dos fabricantes é evitar o porcelanato polido em locais em contato direto com áreas externas, ou protegê-lo usando feltros ou capachos nas entradas, pois o atrito com a areia e outros materiais abrasivos pode riscar o produto.

Veja algumas imagens de porcelanato polido:

 



Confira mais imagem:

Gostou? compartilhe!